• CGRN

Desenvolvimento do bebê e da criança pequena: Bayley III. O que é e para que serve?



É de suma importância para qualquer planejamento terapêutico a realização de avaliações para identificar as necessidades do bebê e da criança, utilizando, para isso, os instrumentos adequados.


Considerada “padrão ouro” em avaliação de bebês e crianças pequenas de 16 dias a 42 meses, as Escalas Bayley III são utilizadas para identificar possíveis atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor, permitindo assim o diagnóstico precoce e providenciar o planejamento de intervenção.


A terceira edição das Escalas Bayley foi revisada de forma a melhorar a qualidade e potencializar sua utilidade. Validada no Brasil, começou a ter sua divulgação e disponibilização de materiais no mercado em 2018. Para aplicação da mesma, é necessário que o profissional seja capacitado, treinando e que tenha amplo conhecimento sobre o desenvolvimento infantil típico, minimizando erros, tanto na aplicação das escalas, quanto no diagnóstico das disfunções.


Dividida em cinco domínios, a Bayley III avalia as funções cognitivas, de linguagem receptiva e emissiva, motricidade fina e grossa (administrados à criança), bem como o socioemocional e comportamento adaptativo, que são respondidos pelas pessoas de maior convívio com a criança.


A pontuação dos testes nos mostra a diferença da idade real com a idade de seu desenvolvimento, possibilitando a identificação das disfunções e a indicação das intervenções necessárias, como fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e outras.


O Centro Goiano de Reabilitação Neurofuncional dispõe de profissionais capacitados para esta avaliação, e uma equipe preparada para as intervenções necessárias.


Os atendimentos, tanto de avaliação quanto de tratamento, são feitos de forma acolhedora para a criança e sua família, criando um vínculo que vai além das relações terapeuta/paciente: cumplicidade. Nossos objetivos são comuns!


Por Dra. Silvana Vasconcelos e Helloíza Leão